Análises War-of-the-Roses-beta-9

Published on October 19th, 2012 | by

4

War Of The Roses: A Guerra Medieval Online

• Contexto

War Of The Roses é um game de ação online em terceira pessoa, lançado em dois de outubro, desenvolvido pela Paradox Interactive, baseando-se em fatos acontecidos na Inglaterra no século xv, a conhecida Guerra das Rosas na tradução, que foi basicamente uma briga entre duas dinastias, os Lancaster e os Yorks, duas famílias descendentes dos plantagenetas em busca do trono Inglês, conflitos esses que duraram por volta de trinta anos, marcando a história mundial.

• O Jogo

O game está disponível somente em plataforma PC, possuindo apenas o modo multiplayer, o sistema é simples, com a capacidade de 64 jogadores para cada time onde uma equipe são os Lancaster e outra os Yorks, independente do time escolhido o começo será o mesmo, tendo disponível dois feitios de jogos (modo Eliminação ou modo Conquista). Quanto aos ambientes são sete zonas de batalhas online, inspiradas nos campos ingleses de guerra, muito bem representados por sinal, belos gráficos (principalmente as armas, armaduras e cavalarias).

Mas vamos aos principais pontos que te levarão a jogar este game, pois em relação à mobilidade do personagem ela é até aceitável, contudo poderia ser melhor, mas é recompensada pela diversidade nos tipos de armas, que vai de machadinhos, arcos, espadas, machados longos, entre outros, mas principalmente a possibilidade de personalização dos estilos de luta de cada um, com mais de 30 opções para montar o jeito do seu guerreiro na hora de entrar em combate, também temos a opção de escolher os símbolos da sua armadura, com variadas combinações de cores, realizar tudo conforme desejar, fazendo assim o jogador sentir-se único.

Um ponto legal é o sistema de confronto corpo a corpo, onde não é simplesmente apertar o botão de ataque e pronto, todos os ataques podem ser direcionados para qualquer parte do corpo inimigo, o sistema de defesa também só funciona quando o jogador direciona seu escudo corretamente para o ataque do oponente, outro tópico destacável são as finalizações que podem ser realizadas após lançar seu adversário ao chão, brutais e emocionantes ao mesmo tempo.

Todos os jogadores começam numa casta baixa, apenas com a possibilidade de usar um Crossbow, uma fraca espada e algumas frágeis armaduras, mas podendo desenvolver-se rapidamente, matando seus oponentes ou acertando golpes severos que resultam em dinheiro e também em experiência. É isso, esse game proporciona uma matança constante, sem tempo algum para qualquer distração, um piscar de olhos pode lhe custar uma flechada na cabeça, empolgante não? De certo modo os combates mano a mano nos fazem lembrar o aclamado “Skyrim”. Mas realmente conforme citado os pontos fortes são os variados estilos de lutas proporcionados, armaduras personalizadas e a demasiada quantidade de armas, sem contar com os cavalos que podem ser utilizados nos campos de matança.

Tags: ,


About the Author



4 Responses to War Of The Roses: A Guerra Medieval Online

  1. Diego says:

    Parece ser um jogo bem interessante, normalmente jogos desse tipo são com armas de fogo. Me amarro em jogos medievais!
    Muito boa a matéria.

  2. Dobry artykuł. Super stronka.

  3. Tenés mi email, Pablo Turnes. Cuando vos o tu entrevistado quieran disculparse personalmente por el agravio, me escriben y charlamos. Acepto, sin embargo, tu disculpa pública. Si la idea no es ofender no hubieras dejado pasar una ofensa sin al menos (y como todo entrevistador medianamente coherente sabe) repreguntar. Un comentario en un blog no me parece que esté a la altura de un derecho a réplica ni a una disculpa personal. Saludos.

  4. hi says:

    I read this article fully concerning the difference of most recent and earlier technologies, it’s awesome article.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

*

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>

Back to Top ↑