Análises da

Published on September 18th, 2012 | by

0

As promessas e expectativas de Dragon Age III

A BioWare anunciou ontem “Dragon Age III: Inquisition”, que só deve chegar mesmo às lojas em fins de 2013 para PC, PS3 e Xbox 360. Os detalhes dessa nova edição, que está sendo produzida desde 2010, ainda não foram revelados.

Na verdade, por questões de marketing, os desenvolvedores estão mantendo tudo em segredo. Já sabemos que o motor gráfico é superior ao Frosbite 2, usado em Battlefield 3. E definitivamente sabemos que precisa apagar “traumas” recentes.

O que os fãs esperam não é novidade, muito menos segredo: enredo sólido, combates táticos e viscerais, além de vastas áreas para explorar (sim, dessa vez vão rolar mapas abertos), sem perder a customização dos heróis e itens. Enfim, nada que lembre Mass Effect 3, por favor.

Nessa 3ª edição, que deve trazer Kassandra com papel mais importante, o que a gente espera mesmo é equilíbrio nas dimensões do game. Se em “Dragon Age” a estória sensacional foi afetada por uma jogabilidade absolutamente fecal e truncada, na segunda edição a jogabilidade e revestimento gráfico estupendos acomodaram um enredo linear, para não dizer ridículo, que guardou pouca relação com o Origins.

Na boa, comparadas às quase 50 horas da primeira edição, as 15 de DA2  foram praticamente uma ofensa à capacidade mental dos fãs.

Assim, as expectativas ainda superam as promessas dos desenvolvedores. Mas cá entre nós: mesmo que não estoure, se  não trouxer cenários repetidos, personagens sem sal e um enredo que simplesmente é sepultado quando o joga termina, “Dragon Age III: Inquisition” vai, no mínimo, valer o investimento.

Tags: , , , , , , , ,


About the Author



Back to Top ↑